Escola

Escola em Vancouver #1

Nesse post vou comentar um pouco sobre as primeiras impressões que tive da escola aqui. E vou falar apenas do Elementary School, já que trata-se da única experiência que tive com meu filho de 5 (quase 6) anos.

Como escolhemos a escola? No nosso caso, quando fomos fazer a visita no apartamento que alugamos atualmente, vimos que tinha uma escola na mesma rua e no quarteirão ao lado. E para nossa felicidade era uma Elementary School, que atenderia a idade do meu filho. Fomos até a escola e questionamos se havia vagas. Nos informaram que sim. Após fecharmos o contrato de aluguel, fomos até o District Reception and Placement Centre (DRPC) para fazer a matrícula do Daniel (para imigrantes não é feito diretamente na escola). Lá eles pedem um comprovante de seu endereço de residência e escolhem a escola que tiver vaga e que for mais próxima de sua casa. Então se você tem uma escola específica que queria matricular seu filho, o ideal seria procurar o apartamento na região dela. No site do Vancouver School Board você consegue mais informações sobre as escolas aqui em Vancouver.

O Daniel começou na escola duas semanas depois da matrícula (apenas porque ainda não estávamos morando no novo apartamento, senão ele poderia ter começado antes). A escola que ele está é pública, isso quer dizer que eu não preciso pagar nada. Existem algumas escolas particulares por aqui (e geralmente são religiosas). Eu nem considerei essa opção. Li que o ensino aqui na escola pública é tão bom quanto da escola particular. Mas só vou saber mesmo com o tempo.

IMG_0440
Sala de aula do Kindergarten onde o Daniel ficou nos últimos 4 meses.

Algumas curiosidades sobre a escola daqui que acho diferente do Brasil:

. O ano letivo começa aqui em setembro e vai até final de junho, que é quando começam as férias de verão.

. Além das férias de duas semanas em dezembro, as escolas também dão um intervalo de duas semanas na primavera (o chamado de Spring Break).

. As crianças aqui começam a frenquentar a escola no Kindergarten e apenas com 5 anos. Antes disso, se quiser colocar seu filho num preschool é preciso pagar e em alguns lugares é bem difícil encontrar vagas.

. No Kindergarten as crianças começam a aprender as letras, os sons e algumas já saem lendo. Na série seguinte (Grade 1), eles começam a alfabetização. Acho que no Brasil é parecido.

. As crianças no Kindergarten aprendem letras bastão maiúsculas e minúsculas. Não ensinam letra cursiva nas escolas aqui.

. O horário de escola aqui é de 9 às 15 horas. Não existe opção de aula de manhã ou de tarde.

. Na maioria das escola não é fornecido refeição, então a criança deve levar o lanche de casa para a hora do almoço. No caso da escola do Daniel (não sei se são em todas) não tem microondas nem geladeira pras crianças colocarem os alimentos que levam.

. As escolas não tem muros em volta. Geralmente apenas uma cerca, mas os acessos são totalmente abertos, inclusive dos parquinhos.

. Os parquinhos das escolas públicas podem ser utilizados por qualquer criança fora do horário escolar. Nos fins de semana sempre tem gente brincando lá.

playground_school
No parquinho da escola no fim de semana.

. Quando a criança imigrante inicia na escola e precisa de ajuda com o inglês, existe um professor designado para fazer esse acompanhamento com ela. No caso do Daniel, ele tem ajuda uma vez por semana durante 40 minutos no tempo de aula. Algumas crianças precisam fazer um teste para se saber a proficiência dela com o inglês (pra saber se ela vai ou não precisar de acompanhamento).

. Para quem trabalha e precisa deixar o filho aos cuidados de alguém depois do horário escolar existe o After School Care. Você precisa verificar qual atende à sua escola. Geralmente a procura é muito grande e muito difícil de conseguir vagas. Precisa colocar o nome da lista de espera com bastante antecedência (eu ainda não consegui!).

 

. As escolas sempre disponibilizam vagas para os pais se voluntariarem para alguns trabalhos internos (não sei bem quais são ainda).

Nos próximos posts sobre escola falo melhor como foi a experiência do Daniel nesses 4 meses de fim de ano letivo e como foi o desenvolvimento dele no inglês.

assinatura_blog

 

 

 

Anúncios

5 comentários em “Escola em Vancouver #1

  1. Parabens pelo Blog,
    Gostaria de saber se eu tiver visto de estudante para cursar um college, minhas filhas (tenho uma de 6 e uma de 9 anos) terão direito a escola publica e se é de graça para elas ou tenho q pagar mensalidade….obrigado!!

    Curtir

    1. Oi Eduardo. Depende do tipo de estudo que você fará aqui. No caso você fazendo College seus filhos tem direito a escola pública sim e você não precisará pagar.

      Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s