Saúde

Médico de família e plano de saúde #1

drawing Medicine

Quando chegamos no Canadá uma das primeiras providências que tomamos foi solicitar o plano de saúde. Para quem não sabe o sistema de saúde aqui é público e todos que irão residir aqui por mais de 6 meses tem direito a ele. Abaixo vou explicar um pouco como funciona o sistema de saúde aqui em BC e falar da experiência que já tive.

Como aplicar e quanto tempo demora para receber os cartões do plano?

Enviamos um formulário preenchido disponível no site (neste link) e cópia dos passaportes e documentação do visto de trabalho (o que tinhamos na época). O envio foi feito pelos correios daqui (o Canada Post). Isso mesmo, pelos correios!!! A documentação de toda a família deve ir junta.

O plano daqui tem uma carência de 3 meses para começar a partir da data de sua chegada aqui e os cartões demoram mais ou menos esse tempo pra chegar. Os nossos chegaram em 2 meses, ou seja, no meado de abril e já dizia que começaria a valer a partir de primeiro de maio (nem teríamos completado 3 meses ainda). Então quanto antes conseguir resolver o plano melhor.

Como o sistema é público eu não pago nada?

Não é bem assim. Aqui você paga sim um valor para usufruir do plano. O nosso primeiro boleto chegou apenas alguns dias depois dos cartões terem chegado! Isso mesmo, também recebemos todo mês os boletos pelos correios! O valor é de acordo com o número de pessoas na família e a renda anual. No nosso caso pagamos CAD$150 para uma família de 3 pessoas. Mas parece que esse sistema irá mudar no próximo ano: não será mais considerada nenhuma pessoa menor de 19 anos no plano. Ou seja, eu por exemplo passaria para um plano de duas pessoas. Ai você pensa “que maravilha, vai diminuir o valor”. Mas não! Também vai ocorrer um reajuste. No final, vou pagar até um pouco a mais. Você pode conferir melhor esses valores aqui.

O plano cobre todos os tipos de médicos?

Não. O plano não cobre fisioterapeuta, dentista, dermatologista, oftalmologista (exceto para menores de 19 anos) entre outros.

Posso ir no médico que eu quiser a hora que eu quiser?

Não. Aqui você não pode simplesmente se dirigir a um médico especialista, como no Brasil. Você precisa ter um médico de família (Family Doctor) que é como um clínico geral. Quando você fica doente você marca uma consulta com seu médico e ele irá te avaliar. Se ele achar necessário irá te encaminhar a um médico especialista. Para as mulheres é esse médico que também fará o famoso exame ginecológico que chamamos de preventivo. É também com ele que você conseguirá prescrições para remédios que você use regularmente, como anticoncepcional (que aqui é vendido apenas com receita médica).

E se eu não conseguir um médico de família?

Se você não conseguir um médico de família não precisa ficar desesperado. Você pode se dirigir a qualquer Walk-in Clinic e se consultar com os médicos lá disponíveis. Geralmente é por ordem de chegada. Aqui emergência de hospitais é apenas para grandes emergências. Se você está com uma gripe, febre ou qualquer coisa do tipo você deve ir nessas clínicas.

Como encontrar um Family Doctor ou uma Walk-in Clinic?

Neste link tem umas indicações de onde procurar. Dizem que é bem dificil encontrar um Family Doctor disponível, mas pra mim foi bem fácil. Talvez eu tenha dado sorte. Para o Family Doctor eu procurei no google e no Yelp por clínicas aqui em Vancouver, li as opiniões das pessoas sobre elas e entrei no site das clínicas. Alguns sites dizem se estão ou não aceitando novos pacientes. E foi assim que eu consegui a minha médica na primeira tentativa.

Existem planos particulares?

Sim. Qualquer um pode fazer um plano de saúde particular que geralmente cobre também os médicos que o plano público não cobre. Algumas empresas também oferecem planos particulares aos empregados (e consequentemente a seus dependentes também). Na empresa do meu marido, por exemplo, ele tem um plano particular que funciona da seguinte forma: ele tem um valor mensal e anual para gastar com determinado médico. Ele paga a consulta e depois solicita o reembolso. No caso do plano dele o reembolso é de 80%. Depois de um tempo na empresa o reembolso passa pra 100%. Existem planos que cobrem até massoterapia. Bom né?!

Minha experiência com o sistema público de saúde em Vancouver

Poucos meses depois que chegamos meu marido precisou de uma prescrição para um remédio que ele utilizava no Brasil. Como não tinhamos ainda Family Doctor ele se dirigiu a uma Walk-in Clinic perto de nossa casa. Lá ele foi atendido em apenas 20 minutos (já ouvir dizer que pode demorar muito algumas vezes). O médico que atendeu ele fez algumas perguntas básicas e deu a prescrição para compra do remédio três vezes. Sem problema nenhum.

Depois disso eu comecei a procurar um Family Doctor. Não para mim ou meu marido. Eu não achava necessidade em ter um com as Walk-in Clinics disponíveis. Até porque se eu estiver passando mal não vou esperar dias até a consulta com o meu médico. Irei numa clínica mesmo. Porém o Daniel tem uma condição médica que precisa de acompanhamento por enquanto, então eu queria um médico para auxiliar na saúde dele. Como eu disse acima, procurei o médico pelo google, encontrei e marquei um horário para duas semanas depois. Como eu ia levar o Daniel a recepcionista sugeriu que eu também me consultasse com médica e eu topei.

No dia da consulta fomos eu e o Daniel e fiquei simplesmente apaixonada pela médica. Estava nervosa de não gostar, mas adorei. Muito simpática. Fez aquelas perguntas rotineiras e tirou medidas. Eu levei alguns raios X do Daniel que havia tirado no Brasil e expliquei pra ela a situação. Ela então me disse que o procedimento é o seguinte: ela irá encaminhar ele para um pediatra especialista. Para isso eu deveria aguardar uma ligação entre 4 a 6 semanas (considerando que o caso não é grave) do consultório desse pediatra para marcar a consulta. Hoje está perto de fazer 4 semanas e ainda estou aguardando a ligação. Então conto pra vocês como foi em outro post.

Outra situação em que usei o plano foi para levar o Daniel no oftalmologista. A escola realiza exames periódicos nas crianças de audição e visão. Você recebe em casa uma cartinha dizendo se seu filho foi aprovado ou não no teste da escola. O Daniel não passou no de visão então a escola encaminhou uma carta sugerindo que fosse marcada uma consulta com o oftalmologista e também um formulário para ser entregue a esse médico. Como eu mencionei acima, o plano de saúde não cobre exames oftalmológicos para maiores de 19 anos, o que não era o caso do Daniel. No dia que fui na Family Doctor levei esses documentos pra ela e ela me indicou uma clínica próxima a minha casa. Marquei para a semana seguinte a consulta e tudo foi feito pelo plano de saúde. E o melhor de tudo é que estava tudo bem com o Daniel. Resumo: por enquanto aprovado!

assinatura_blog

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s